Stop Motion - Pixilation - Animação

Arte e Tecnologia

É interessante utilizar esta técnica nas aulas de Artes Cênicas, para desenvolver nos alunos o conceito de produção e de encenação, com divisão de tarefas, realizando uma abordagem pedagógica colaborativa.
O Stop Motion motiva a participação de projetos, por sua característica de múltiplas linguagens. Apesar de resultar numa obra audiovisual, seu processo de criação pode passar pelas linguagens da Dança, da Música e do Teatro. Pixilation é uma técnica de animação stop motion na qual atores vivos ou objetos reais são utilizados e captados quadro a quadro.
Observe o vídeo abaixo.
video
Para criar um Stop Motion é necessário um computador com um programa para edição de vídeo e uma câmera fotográfica digital. Então, é discutir e definir o roteiro, dividir as tarefas, propor a criação de personagens e espaços dramáticos. Seu projeto pode ser linear ou fragmentado, hipertextual.
Uma boa dica para iniciar o trabalho com Stop Motion é promover, anteriormente, atividades de criação de GIFs, no programa "Beneton Movie", de desenhos lúdicos ou trabalhando os próprios nomes dos alunos. Com isto, eles começarão a pensar o movimento fragmentado. A produção de "Flips" também é uma boa preparação. Exemplo:



O filme Star Wars, de George Lucas, utilizou a técnica de Stop Motion em efeitos especiais, assim como o filme "Noiva Cadáver", de Tim Burton.
Um programa útil e gratuito para se produzir o Stop Motion é o "Monkey Jam", com download gratuito no link: http://www.giantscreamingrobotmonkeys.com/monkeyjam/download.html

3 comentários:

  1. ADOREI ESSA TÉCNICA. PARABÉNS! TENTAREI APLICÁ-LA NA ROSÁRIA! SEU BLOG ESTÁ LINDO!!!!!!! LINO

    ResponderExcluir
  2. Professor, bem interessante esse tópico do stop motion, eu já conhecia mais ou menos esse stop motion ele demora para fazer dependendo do que você quer fazer, e eu não sabia que no filme do star wars utilizaram isso

    ResponderExcluir
  3. obrigada, dicas valiosas!

    ResponderExcluir

Seu comentário pode ser a ânima da minha escrita. Obrigado!

Pesquisar este blog